Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais.

Como os registros médicos eletrônicos mudaram o setor de saúde?

Como os registros médicos eletrônicos mudaram o setor de saúde?

A área de saúde no Brasil é atualmente uma das mais críticas, motivo que torna fundamental os avanços tecnológicos nessa área, assim como no campo da tecnologia da informação.

Afinal, são essenciais para a disseminação do conhecimento médico, melhorando a assistência e diminuindo a margem de erro ao aumentar a qualidade da informação referente, como nos registros médicos eletrônicos. 

Ao focar no processo de trabalho em saúde, por meio destes registros, é possível ter uma visão multi-institucional, aplicando continuidade na assistência de forma multiprofissional.

A seguir, continue a leitura para conferir como os registros médicos eletrônicos mudaram o setor de saúde!

Como os registros médicos eletrônicos contribuem para o setor de saúde

Como os registros médicos eletrônicos contribuem para o setor de saúde

A utilização dos registros médicos eletrônicos foi criada como alternativa eletrônica ao arquivo em papel, promovendo o armazenamento das informações na área da saúde e permitindo a integração da informação clínica e administrativa de cada pessoa.

Realizando os registros médicos eletrônicos, o arquivo pode ser compartilhado entre os hospitais, laboratórios, clínicas e outras instituições que estiverem de acordo com as permissões necessárias para seu acesso. Dessa forma, é possível agilizar o diagnóstico e atendimento, promovendo a saúde de forma precisa e democrática.

Otimização no atendimento

Muitos clientes deixaram de frequentar consultórios e clínicas pela falta de atendimento ágil na recepção, assim como o atraso entre as consultas. Os registros médicos eletrônicos contribuem para que essas perdas sejam recuperadas, pela otimização do tempo no atendimento.

Com um software de gestão, a equipe do consultório pode acessar o cadastro dos pacientes de forma rápida, extinguindo o preenchimento de formulários intermináveis. Essa é uma forma de otimizar o fluxo de atendimento da empresa, possibilitando o aumento do número de agendamentos quando a qualidade da assistência é mantida.

Para aqueles que realizam gestão no papel, um tempo considerável é gasto não só na recepção, mas também durante o atendimento, ao preencher perguntas relacionadas ao uso contínuo de medicamentos, resultados de exames e histórico clínico.

Com os registros médicos eletrônicos, as informações ficam centralizadas, com fácil acesso e visualização. Essa é uma oportunidade para utilizar o tempo da consulta oferecendo um atendimento humanizado, fidelizando pacientes.

Espaço ilimitado de armazenamento

Clínicas e consultórios que ainda não utilizam registros médicos eletrônicos, devem arquivar todos os documentos em papel por, pelo menos, 20 anos, segundo a Resolução do Conselho Federal de Medicina nº 1.821/07.

Assim, ao optar por um sistema de gestão certificado pela SBIS (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde), o médico pode ter garantia de respaldo jurídico e segurança ao armazenar registros médicos eletrônicos por tempo indeterminado.

Dessa maneira, a clínica ou consultório passa a utilizar espaço físico de forma inteligente e organizada, reduzindo custos e aumentando seu faturamento. É possível investir em um espaço menor, visto que não há necessidade de armazenamento físico, motivo que contribui para encontrar uma localização privilegiada em região movimentada. 

Segurança de informações

A fragilidade dos registros em papel é grande, por isso, os registros médicos eletrônicos se tornaram tão importantes na área da saúde. Escolher um sistema de gestão médica também envolve consultar as condições de segurança para os dados. Algumas alternativas contam com a certificação SBIS, chancela que assegura a preservação total dos registros do médico e também dos dados dos pacientes. 

O certificado garante a integração das informações e impede a criação de programas nocivos. Com diferentes, vantagens e benefícios, um software para registros médicos eletrônicos deve ter cuidados na segurança que abranjam mais do que apenas o armazenamento. 

A chegada da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados pessoais) afirma a importância de profissionais e gestores responsáveis pela otimização dos recursos e sistemas na área da saúde.

Mobilidade

As informações em registros em papel estão disponíveis somente a um profissional por vez, motivo que contribui para o atraso dos diagnósticos. Com o software de gestão, os registros médicos eletrônicos permitem que diferentes profissionais tenham acesso autorizado, permitindo que a análise das informações do paciente seja realizada simultaneamente.

Esta funcionalidade é muito utilizada em clínicas, consultórios e hospitais, possibilitando a troca de conhecimento e experiências entre diferentes profissionais, auxiliando na discussão e avaliação do quadro do paciente.

Integração de diferentes áreas médicas

A facilidade de acesso às informações dos registros médicos eletrônicos beneficiam equipes e profissionais de diferentes áreas. O tratamento indicado por um médico, por exemplo, pode partir de informações prévias e histórico registrado por profissionais de outras especialidades que já tiveram contato com aquele paciente em uma outra época.

Diminuição de erros em registros

A área da saúde é um campo que não aceita erros. Afinal, a saúde de um paciente é um bem que não pode ser colocado em risco. Dessa maneira, os registros médicos eletrônicos de um paciente devem ser totalmente organizados, contendo informações certas e acesso facilitado sempre que for necessário.

Assim, a tecnologia contribui para que a organização das informações seja facilitada de forma a diminuir as chances de erros. Diferente dos papéis, que podem ser misturados, perdidos ou destruídos, os registros médicos eletrônicos têm como característica minimizar a leitura enganosa de informações que podem prejudicar a saúde dos pacientes de alguma maneira.

Credibilidade para a clínica médica 

Assim como a diminuição da chance de erros, os registros médicos eletrônicos levam credibilidade para a clínica ou consultório. Para empresas que se modernizam, utilizar as práticas relacionadas à tecnologia contribui para que o consultório seja bem visto pelos pacientes ao demonstrar a preocupação dos profissionais em melhorar o serviço prestado. 

Ainda que a tecnologia possa apresentar credibilidade que seja subjetiva, quando somada à vantagens como as anteriores, pode ter ser de grande valia para a clínica. No campo da saúde, a modernização tecnológica é fundamental para atração de novos pacientes, garantindo o sucesso da clínica pela melhor qualidade na assistência. 

Assinatura eletrônica para médicos

Um software para gestão de registros médicos eletrônicos também oferece assinatura digital, versão virtual da assinatura do profissional. Em casos específicos de profissionais de saúde, a assinatura também funciona na prescrição de medicamentos e em outros documentos importantes, fornecendo ganho pela praticidade do meio virtual.

Os registros médicos eletrônicos conseguem somar vantagens diante dessa tecnologia, com profissionais envolvidos em diagnósticos e tratamentos que podem ser assinados de maneira digital que estejam cadastradas no sistema e ligadas ao registro de cada profissional no CRM (Conselho Regional de Medicina), levando agilidade a esse processo.

Você conheceu as principais mudanças que um software de gestão de registros médicos eletrônicos pode oferecer ao ser adotado por uma clínica ou consultório. É importante ressaltar que, tais vantagens são importantes não só para os profissionais, mas também para os pacientes. Afinal, adotar essa prática deve gerar benefícios para ambos. 

O uso da tecnologia para registros médicos eletrônicos traz inúmeros avanços, ampliando os cuidados com a saúde. No entanto, para que isso aconteça de forma adequada, é preciso utilizar um sistema capaz de oferecer autonomia, segurança e praticidade para o serviço.

Gostou deste conteúdo? Então, veja também porque fazer a transição para prontuários eletrônicos!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *