Confira 8 dicas de decoração para consultório

Montar uma clínica médica é um desafio e tanto para qualquer profissional, especialmente porque a área de saúde é extremamente competitiva e tem diversos parâmetros elevados em termos de expectativas dos clientes. Dentro desse contexto, conhecer algumas dicas de decoração para consultório pode ser muito proveitoso.

Embora esse não seja um tema propriamente simples, é possível, por meio de algumas escolhas e atitudes estratégicas, conseguir deixar o ambiente muito mais atrativo e ganhar autoridade nesse setor. Quer aprender a fazer isso? Então não deixe de conferir as dicas a seguir!

1. Comece com um bom projeto

A primeira das dicas de decoração para consultório que você precisa seguir é, logicamente, apostar em um bom projeto. Caso a construção não seja adequada para esse tipo de utilização, ou a planta da unidade não permita mudanças estratégicas, talvez seja importante reconsiderar a sua escolha.

Procure encontrar um equilíbrio entre as suas preferências e o que você acredita ser a melhor aparência para os pacientes. Ao mesmo tempo em que o local deve ser agradável aos seus olhos, afinal você trabalhará diariamente ali, é importante que ele cumpra sua função enquanto um empreendimento da área de saúde.

2. Escolha bem a mobília

Outra das mais importantes dicas de decoração para consultório é escolher bem a mobília, afinal, esse é um item de decoração que ajuda não apenas a trazer mais credibilidade para o seu negócio, como também permite que os pacientes e acompanhantes fiquem mais confortáveis ao esperar pelo horário do seu atendimento.

É interessante, por exemplo, apostar em móveis ergonômicos, que permitam que as pessoas permaneçam sentadas em uma posição agradável e que não gere dores ou incômodos. Uma boa ideia é que as cadeiras, sofás ou poltronas sejam de couro natural ou algum material sintético fácil de lavar.

3. Utilize as paredes a seu favor

Poucos médicos prestam atenção a esse aspecto, mas utilizar bem o espaço disponível das suas paredes pode ser outro diferencial na decoração do consultório. Uma ideia muito interessante, por exemplo, consiste em encontrar um equilíbrio entre os quadros de enfeite com a exposição das suas titulações profissionais.

Os diplomas e títulos recebidos pelo médico podem (e devem) ficar à vista dos pacientes e demais visitantes, bem como o certificado de graduação e de residência médica, caso você possua, além do título de membro da Sociedade da sua especialidade. Lembre-se de que o CFM só permite que você divulgue duas especializações. 

4. Dê atenção para a iluminação

A iluminação é muito importante para a imagem de qualquer empreendimento e, com um consultório médico, a coisa não muda muito de figura. A escolha desse item depende, entre outras coisas, do tipo de negócio que você tem e de como você quer ser compreendido no seu ramo de atuação.

Para especialidades com um teor mais sério durante o atendimento, como oncologia ou traumatologia, por exemplo, é importante ter um ar sóbrio e reconfortante na sala de espera, com luz indireta e elegante. Já para a pediatria, por outro lado, um ambiente lúdico pode ser muito bem-vindo.

5. Utilize seus livros de estudo

Pouca gente pensa nesse diferencial, mas os seus livros de estudo podem ser perfeitamente utilizados como itens decorativos no consultório. O melhor da história é que você não vai precisar gastar rios de dinheiro com essas publicações, pois, como médico formado, naturalmente, você já terá diversos exemplares em sua casa.

Não tenha medo de direcionar volumes de bioquímica, fisiologia ou anatomia da estante da sua casa para a sala de espera. Eles despertam a curiosidade dos pacientes ou acompanhantes e ajudam a passar mais credibilidade para o público, mostrando que seu empreendimento é um espaço sério e profissional.

6. Não se esqueça dos itens extras

Um dos momentos mais inconvenientes de um consultório médico para os seus visitantes, como já falamos, é o tempo de espera que os pacientes e acompanhantes invariavelmente terão que enfrentar antes da hora da sua consulta. Para minimizar esse problema e aliviar a barra da sua secretária, qualquer estratégia inteligente é válida.

Dentro dessa realidade, além dos livros médicos que já citamos, procure disponibilizar revistas e jornais para leitura. Oferecer rede de wi-fi gratuita também é uma boa ideia, assim como uma música ambiente para distrair os adultos. Uma televisão e um cafezinho fresco ajudam a completar um ambiente agradável ao visitante.

7. Acerte na paleta de cores

Assim como a iluminação, uma boa paleta de cores também é imprescindível para que o seu consultório passe a imagem que você deseja para os pacientes. A escolha adequada contribui para tranquilizar e transmitir um ambiente de paz, especialmente para quem está ansioso por conta de alguma doença ou procedimento.

O branco é uma escolha certeira e universal nesse setor, mas isso não quer dizer que você deve se limitar a ele. Outras nuances estão ganhando espaço, como o salmão, o nude e tons claros de azul ou amarelo. Evite tonalidades que possam agredir aos olhos ou provocar agitação nos visitantes, como tons quentes — vermelho ou amarelo.

8. Conte com ajuda profissional

Como você percebeu, a decoração para consultório pode ser bastante desafiadora, especialmente em função do médico não ser um profissional tecnicamente preparado para fazer essas escolhas. Diante dessa realidade, contar com a ajuda de quem realmente entende do assunto é de grande valia.

Um bom arquiteto ou um especialista em decoração de interiores pode executar o projeto com maestria depois de ouvir o que você tem em mente para o local e quais são os valores, a missão e os objetivos do empreendimento em curto, médio e longo prazos, focando nos aspectos de ergonomia e nas normas legais vigentes.

Essas são algumas dicas para que você acerte em cheio na decoração para consultório. Seguindo esses passos, você tem tudo para fazer com que seu empreendimento tenha sucesso nessa área de atuação, mesmo diante de toda a competitividade.

Gostou deste conteúdo? Quer acompanhar outros artigos como esse? Então, que tal acompanhar os nossos perfis em redes sociais? Estamos no Facebook e no Instagram!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *