Como‌ ‌prescrever‌ ‌medicamentos‌ ‌por‌ ‌telemedicina

Como‌ ‌prescrever‌ ‌medicamentos‌ ‌por‌ telemedicina?

Antes mesmo da flexibilização da telemedicina por parte do Ministério da Saúde, como medida para controle e combate da pandemia causada pelo novo coronavírus, a prescrição médica digital já era uma realidade em diversos países do mundo, inclusive aqui no Brasil.

No entanto, após as medidas de enfrentamento relacionadas à crise mundial serem adotadas, o processo se popularizou no país e muitos profissionais da saúde ainda têm dúvidas sobre como prescrever medicamentos por telemedicina.

Por isso, se você quer entender melhor sobre como prescrever medicamentos por telemedicina, confira o conteúdo que preparamos para você! 

O que é a prescrição de medicamentos por telemedicina?

O que é a prescrição de medicamentos por telemedicina?

De forma objetiva, a prescrição médica digital trata-se de uma das inúmeras soluções da telemedicina. Ou seja, a prescrição de medicamentos digital nada mais é do que a substituição da prescrição médica física, tradicionalmente elaborada em papel, por um modelo totalmente digital, capaz de oferecer inúmeros benefícios aos pacientes, médicos e demais profissionais da saúde. 

A prescrição de medicamentos por telemedicina é uma receita médica digitalizada e, por meio dela, é possível reduzir custos, tempo, evitar erros humanos e oportunizar os cuidados com a saúde para aquelas pessoas que se encontram impedidas ao acesso médico – seja por estarem geograficamente distantes dos grandes centros urbanos ou por limitações de outras ordens, como no caso dos pacientes idosos, portadores de determinadas doenças crônicas ou até mesmo os pacientes diagnosticados ou com suspeita de infecção pela covid-19 durante a pandemia do novo coronavírus.

A prescrição médica digital é criada através de um dispositivo eletrônico com acesso à internet, como smartphones, tablets, notebooks e computadores. Além disso, para que tenha validade e seja aceita pelas farmácias, uma assinatura digital se faz necessária.

Desta forma, diversos tipos de fraudes são evitadas, como no caso das receitas médicas falsas, que por muito tempo foram apresentadas por pessoas que jamais se consultaram com um especialista.

Por meio das receitas médicas digitalizadas, os médicos podem prescrever medicamentos controlados ou não com muito mais segurança em relação aos dados sensíveis – ou seja, muito mais proteção para eles, mas também para os seus pacientes.

O fato do paciente não precisar ir até o consultório, clínica, centro de saúde ou hospital, além de ser um benefício relacionado à comodidade e otimização do tempo da equipe de saúde e do paciente, também é uma medida de segurança e apoio à principal medida de controle da pandemia do novo coronavírus – até então: o isolamento social.

Como prescrever medicamentos por telemedicina

Como prescrever medicamentos por telemedicina

Como dissemos anteriormente, a prescrição de medicamentos por telemedicina dispensa a presença física do médico, do paciente e também o uso do papel, além disso, ela tem a capacidade de conectar os prontuários eletrônicos dos pacientes aos recursos de prescrição digitalizada.

Desta forma, no modelo de prescrição digital o médico, após a consulta por meio da telemedicina ou após o recebimento dos resultados de exames do paciente, faz a sua análise e pode emitir a receita médica digital a partir de qualquer tipo de dispositivo com acesso à internet, independente de onde esteja. 

A prescrição médica digital permanece no sistema de nuvem, ou seja, pode ser acessada a qualquer momento, inclusive pelas farmácias no instante em que o paciente realiza a compra de seus medicamentos. Desta forma, erros e fraudes também são evitados.

É válido lembrar que, neste sentido, durante muito tempo houve uma série de mal-entendidos em decorrência da incompreensão das prescrições médicas ilegíveis.

Como prescrever medicamentos por telemedicina no Brasil

Há décadas o modelo de receita médica digital vem sendo utilizado no país, entretanto, apenas nos últimos anos e, especialmente após a flexibilização da telemedicina anunciada pelo Ministério da Saúde durante a pandemia do novo coronavírus, a prescrição digital ganhou visibilidade. 

É importante ressaltar que há anos as receitas médicas digitais são aprovadas pelo Conselho Federal de medicina (CFM), que recomenda a utilização de ferramentas tecnológicas como forma de garantir a segurança das informações em relação às prescrições.

Além disso, desde que houve a adesão integral do SUS ao modelo de prescrição de medicamentos por telemedicina há alguns anos, é possível dizer que o este tipo de receita começou a ser reconhecida no país.

Em abril de 2020, o Conselho Federal de Medicina (CFM), o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e o Conselho Federal de Farmácia (CFF) divulgaram uma plataforma importante para que os médicos brasileiros possam emitir prescrições de medicamentos e atestados médicos por meio da telemedicina.

A ferramenta trata-se de uma plataforma validadora de prescrições e atestados, que irá auxiliar a relação remota entre os médicos, farmacêuticos e pacientes. O site consolida a possibilidade de o paciente receber as prescrições diretamente por mensagens em seu celular, por exemplo, sem que haja a necessidade de uma via de papel. Já que o farmacêutico pode conferir diretamente no sistema a validade da receita.

Certificação digital para prescrever medicamentos por telemedicina

O site validador de prescrições é um serviço gratuito e, como dissemos, foi desenvolvido para auxiliar a relação remota entre médicos, pacientes e farmacêuticos.

No site, o médico pode baixar os modelos de atestados e prescrições médicas, preencher com a indicação de tratamento adequada para o paciente e assinar digitalmente.

A tecnologia como aliada da telemedicina

É importante ressaltarmos que este processo de assinatura do documento tem a ver apenas com a validação da receita, ou seja, para garantir a segurança de todos os dados sensíveis do paciente e ainda integrar as receitas e atestados ao prontuário eletrônico do paciente, entre outras ações, é fundamental que uma ferramenta específica para a gestão do consultório ou da clínica médica seja utilizada. 

Quais são os benefícios de prescrever medicamentos por telemedicina?

Quais são os benefícios de prescrever medicamentos por telemedicina?

Conforme dissemos anteriormente, uma série de benefícios podem ser obtidos por meio da telemedicina, da prescrição de medicamentos por telemedicina e na utilização de um software seguro para a gestão de clínicas e consultórios. A seguir seguem exemplos de alguns deles:

  • Otimização das horas de trabalho do médico, da equipe de saúde envolvida e do paciente, já que as prescrições médicas podem ser enviadas a partir de qualquer dispositivo com acesso à internet, como smartphones, tablets, notebooks ou computadores;
  • Maior segurança em relação aos dados sensíveis do paciente e autenticidade das prescrições médicas, já que por meio deste modelo de receita não existe a possibilidade de fraudes ou mal-entendidos;
  • O médico pode consultar um banco de dados com todas as opções de medicamentos disponíveis no mercado e os que são oferecidos pelo governo, além do prontuário eletrônico do paciente, histórico, exames, arquivos em diferentes formatos, como imagens, áudios e vídeos;
  • Por meio deste modelo de prescrição também é possível acompanhar o uso das substâncias consumidas pelos pacientes a fim de não comprometer o tratamento, já que o médico possui acesso à quantidade de medicamentos que eles têm comprado;
  • Uso de um sistema criptografado garante muito mais segurança do que os modelos físicos, já que apenas os profissionais envolvidos e com devido acesso terão permissão para ter contato com as informações contidas nas receitas médicas e no prontuário eletrônico do paciente;
  • Além da comodidade, em tempos de pandemia, o médico, o paciente e a equipe envolvida no atendimento podem se manter em isolamento social e executar toda a jornada de atendimento à distância.

Dado o contexto, é evidente a importância da tecnologia na área médica nos dias de hoje e a relevância do atendimento médico à distância. Proporcionar a opção das prescrições de medicamentos por telemedicina é, sem dúvidas, um importante diferencial oferecido aos pacientes. Atitude esta que além de tornar o atendimento médico mais cômodo e acessível, em momentos de pandemia, é capaz de assegurar que o isolamento social seja mantido e proteger a saúde de todos os envolvidos diretamente ou indiretamente no processo.

Agora que você já sabe como atender pacientes remotamente, que tal entender um pouco mais sobre como escolher o melhor sistema para a prática da telemedicina?

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *