Acreditação e certificação dos serviços de saúde: entenda a diferença

Acreditação e certificação dos serviços de saúde são estratégias que se complementam, porém apresentam pequenas diferenças entre seus fundamentos. No entanto, as duas se relacionam com a validação da qualidade nos serviços prestados.

Por isso, é importante que os gestores entendam os princípios de cada ferramenta e escolham investir na que mais atenderá suas demandas. Também é possível manter as duas qualificações, uma vez que elas não são excludentes.

Quando a instituição de saúde obtiver essa titulação significa que os processos organizacionais estão funcionando adequadamente, o relacionamento com os fornecedores é equilibrado e ela utiliza recursos de informática diferenciados.

Se você ainda não conhece as diferenças entre acreditação e certificação dos serviços de saúde, não deixe de acompanhar essas informações neste post. Boa leitura!

Quais são os conceitos de acreditação e certificação?

Acreditação

A acreditação é um processo que atribui excelência na assistência clínica e gerencial de uma instituição de saúde. Esse não é um percurso obrigatório, mas as entidades utilizam essa titulação para comprovar a qualidade nos serviços prestados.

Além disso, uma instituição acreditada atende os requisitos preconizados pelos documentos técnicos elaborados pelas empresas acreditadoras, sendo a maior representante a ONA (Organização Nacional de Acreditação).

Uma empresa acreditada poderá receber uma das três classificações, que são: Acreditado (nível um), Acreditado Pleno (nível dois) e Acreditado com Excelência (nível três).

O processo é renovado periodicamente e a empresa que não comprovar os mesmos requisitos da qualificação anterior, poderá perder sua classificação..

Vale ressaltar que os gestores devem estudar previamente os requisitos necessários para obtenção da validação e analisar se o investimento financeiro e o envolvimento dos colaboradores nessa empreitada compensa.

Os requisitos avaliados se relacionam à organização eficiente dos processos, ao atendimento das regulamentações vigentes, à implantação de rastreabilidade das atividades, ao uso efetivo do prontuário eletrônico, entre outras exigências.

Certificação

A certificação também é um atestado de qualidade dos serviços, porém o enfoque é específico em determinada atividade. Sendo assim, é possível conseguir certificado de boas práticas clínicas, de atendimento ao cliente etc.

Uma das certificações de maior interesse para as instituições de saúde é a de atendimento ao cliente/paciente emitida pela ISO. Trata-se de um conjunto de procedimentos para garantir as necessidades básicas dos indivíduos conforme os recursos disponíveis.

Isso significa que os gestores devem estimular seus funcionários a praticarem um bom relacionamento com os pacientes, possibilitando um aumento da produtividade e eficiência das rotinas

Quais são as vantagens?

As duas titulações conferem excelência nos serviços prestados, porém caso os gestores decidam pela implantação momentaneamente de uma delas, não afetará a credibilidade da instituição.

As vantagens da obtenção simultânea, apesar de trabalhosa, é que a instituição de saúde terá duas pontuações, elevando o grau de excelência nos serviços e ganhando maior visibilidade frente a concorrência.

Além disso, quando obtidas por meio de órgãos de referência no assunto, as acreditações e certificações dos serviços de saúde refletem o bom funcionamento, a confiabilidade das informações prestadas e a eficiência das atividades gestoras.

Quais são as limitações?

O processo de obtenção dessas qualificações exige tempo, recursos financeiros e planejamento das atividades. Isso porque os auditores de ambas as empresas farão a visitação in loco para confrontarem com as informações enviadas previamente para análise.

No caso da acreditação, os auditores acompanharam as rotinas dos setores e, mediante essa avaliação, engradarão a instituição em um dos níveis citados acima. Se uma das atividades dos setores auditados recebeu nota mínima, as demais acompanharão esse patamar.

Ademais, o processo de acreditação tende a ser demorado e desloca provisoriamente alguns funcionários que se dedicaram integralmente a essa responsabilidade, pois serão questionados frequentemente pelos auditores.

Para os processos de certificação sobre atendimento ao cliente, muitos questionam a fidedignidade desse método, pois ele é subjetivo e dá margem para interpretações inadequadas.

Como obter a acreditação?

Para obter a acreditação hospitalar é fundamental cadastrar e enviar os dados para as instituições acreditadoras. Após a análise da documentação a data para apuração dos fatos pelos auditores será marcada.

Os auditores observarão presencialmente toda a rotina relatada pela instituição e, mediante a comprovação das atividades, farão uma classificação de cada setor para realizar a avaliação final.

Devido à importância dessa titulação, muitas empresas de saúde contratam consultores clínicos antes da visita para readequar as atividades conforme os requisitos preconizados nos manuais de acreditação e conseguir o nível máximo de excelência.

Ao final da análise será emitido um relatório constando as pendências e o prazo para regularizá-las. Somente após a regularização das pendências, a instituição receberá o nível de acreditação conforme a avaliação final.

É importante ressaltar que, devido ao tempo dispendido para adequar as não conformidades e o investimento financeiro para conseguir essa titulação, os gestores almejam sempre a classificação máxima. Caso contrário, o esforço será pouco recompensado.

Como obter a certificação?

O processo de certificação se assemelha ao da acreditação. Para tanto, é importante planejar as etapas, envolver a equipe e verificar se todas as fases foram cumpridas de acordo com os requisitos exigidos.

O processo de certificação para obtenção da ISO 9000 se difere das titulações relacionadas à segurança e saúde ocupacional. Os propósitos são diferentes e, dessa forma, os requisitos para alcançá-lo também são.

Além disso, cabe aos gestores analisarem previamente qual tipo de certificação trará mais resultados clínicos e econômicos, e melhorará a imagem da empresa no disputado mercado da saúde.

Um ponto importante é realizar uma auditoria interna antes da visita dos auditores para garantir o cumprimento das conformidades e facilitar a obtenção da certificação da instituição de saúde.

Como visto, acreditação e certificação dos serviços de saúde são duas titulações importantes que refletem a qualidade da assistência clínica prestada e o interesse dos gestores pelo aprimoramento das atividades. Enquanto a primeira se destina à avaliação da instituição de saúde como um todo, as certificações apresentam como foco as rotinas específicas de cada setor. Portanto, é imprescindível que os gestores analisem os requisitos, se preparem para as auditorias e estejam empenhados em modificar as não conformidades.

Quer ficar por dentro de outros conteúdos interessantes? Então, curta a nossa página no Facebook!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *